Meus comentários sobre o evento de Mudanças Climáticas e Jornalismo Científico

Como já havia anunciado aqui no blog, na segunda-feira dia 17 tivemos o primeiro evento em que foi discutido o Jornalismo Científico em São Borja, e, acredito eu, o primeiro evento relacionado à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no âmbito do Campus São Borja da Unipampa.  A mesa-redonda Mudanças Climáticas, Desastres Naturais e Jornalismo Científico, organizada por mim e pelos professores Geder Parzianello e Joseline Pippi, se não foi um sucesso estrondoso de programação e público, teve diversos pontos positivos.

#1 – Ah, a primeira vez… – Não lembro de nenhum outro evento realizado em São Borja ter focalizado a questão do Jornalismo Científico, pelo menos não com essa ênfase. É uma área da atividade jornalística que se considera essencial para a o fortalecimento da cidadania, ao lado da cobertura noticiosa sobre a política e sobre a economia. De modo que o evento foi uma oportunidade para os alunos de Jornalismo presentes verificarem alguns dos conceitos básicos do jornalismo de ciência (science journalism, como prefere usar em inglês) e, quem sabe, despertar o interesse pela atuação nesse ramo.

#2 – Variedade de pontos-de-vista: enquanto os palestrantes e professores de Jornalismo Geder Parzianello e Joseline Pippi apresentaram dados e arugumentos em torno do valor e da necessidade de notícias e informações sobre ciência na cobertura cotidiana, e sobre as diferenças e similaridades entre o jornalismo de ciência e a vertente ambiental (conforme exposta por Wilson da Costa Bueno), o engenheiro agrônomo e ambientalista Darci Bergmann falou a partir da experiência do outro lado da mediação jornalística – e até com algumas críticas sobre a cobertura das notícias sobre as verdadeiras causas de fenômenos como desabamentos e alagamentos, por vezes expostos como tendo “causas naturais”, ou relativizando os fatores antrópicos.

Por impossibilidade absoluta de agenda, não consegui trazer para o evento um professor de Geofísica da Unipampa, o que completaria mais uma faceta do caleidoscópio que penso ser útil para esse tipo de discussão; teríamos jornalistas, ambientalistas e cientista. Outra faceta necessária seria a de representantes da população. Fica para a próxima.

#3 – Participação do público: dois professores e um aluno manifestaram dúvidas e observações a respeito dos temas discutidos – e o aluno foi o mais objetivo, crítico e claro em sua indagação, o que é um bom sinal. O público reduzido não se retirou até o final das apresentações, o que sinalizou um interesse nas exposições. A palestra de Darci Bergmann mobilizou mais o público por conta da descontração e da emoção que ele pôs na sua argumentação – ele até colocou na apresentação dele uma foto minha, quando estava cobrindo um evento para o Departamento de Comunicação da prefeitura de São Borja.

#4 – Informalidade: Uma coisa que notei é que, no próximo evento, preciso investir mais no aspecto do protocolo, sem deixar o evento engessado. Como acabei fazendo de tudo um pouco, de servir água a operar o projetor multimídia, os anúncios foram extremamente diretos e objetivos, o que acaba sendo bom, mas poderiam ser bem melhores. Acho que se fosse algo muito cerimonial, o clima do evento acabaria impedindo perguntas e participação. Talvez se organizar de modo diferente o layout do evento eu consiga deixar um clima mais favorável à espontaneidade.

Bom, como informado no final do evento, compartilho aqui as apresentações usadas pelos palestrantes, devidamente hospedadas no Slideshare. Logo mais, posto aqui os áudios com a íntegra das três palestras.

ATUALIZAÇÃO DE 23/10, 21:21:

Finalmente consegui subir os áudios das palestras. Não foi possível embutir via Pampatube, mas aqui estão os links para as palestras, na ordem cronológica:

Palestra professor Geder Parzianello
Palestra professora Joseline Pippi, parte 1
Palestra professora Joseline Pippi, parte 2
Palestra Darci Bergmann, parte 1
Palestra Darci Bergmann, parte 2

Anúncios

Uma opinião sobre “Meus comentários sobre o evento de Mudanças Climáticas e Jornalismo Científico

  1. Pingback: Venha conhecer e debater em nosso evento na SNCT 2012 « Do Paper à Pauta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s