Venha conhecer e debater em nosso evento na SNCT 2012

No ano passado, realizamos um evento com palestrantes locais e um público pequeno mas atento. Este ano, algumas mudanças mostram nosso intento de fortalecer a discussão dos temas relacionados a Ciência e Tecnologia incluindo, gradativamente, o viés comunicacional e, mais especificamente, o jornalístico.

Continuar lendo

Anúncios

Mudança tecnológica X mudança social: primeiras impressões

Em um desses dias em que estava jogando e conversando com um amigo sobre a vida, o trabalho, a família e as leituras edificantes que cada um estava tendo, falei de um livro que, posso dizer, ajudou a mudar algumas concepções que alimentava sobre ciência e sua relação com a sociedade.

Continuar lendo

Primeiro post original

Para marcar o primeiro post original deste novo blog, ofereço uma tag cloud com base no que produzi até agora sobre jornalismo científico. O ‘Do Paper à Pauta’ herdou, por assim dizer, os posts primeiramente postados no Notas&Café que se relacionam ao tema. O motivo é concentrar o material em um lugar, separando os tipos de assunto e as reflexões entre os dois espaços.

Até hoje, o que escrevi a respeito de jornalismo e ciência (ou veja aqui):

Meus comentários sobre o evento de Mudanças Climáticas e Jornalismo Científico

Como já havia anunciado aqui no blog, na segunda-feira dia 17 tivemos o primeiro evento em que foi discutido o Jornalismo Científico em São Borja, e, acredito eu, o primeiro evento relacionado à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no âmbito do Campus São Borja da Unipampa.  Continuar lendo

Minha experiência em dobrar proteínas…

Testei o jogo Fold It, desenvolvido para reunir recursos humanos ao redor do mundo para uma tarefa difícil (prever uma forma estável de uma proteína, algo que os pesquisadores estavam demorando para conseguir usando apenas computadores) tornada divertida.

Continuar lendo

Testando o crowdsourcing via Foldit

Repercutiu na semana passada uma notícia intrigante: jogadores do videogame online Foldit teriam descoberto uma forma estável da estrutura da protease, uma das proteínas do vírus HIV que permite a sua reprodução dentro das células. Essa estrutura era objeto de pesquisadores há anos. O jogo em si não é novo, e já era bem conhecido nos Estados Unidos; o que parece ter provocado mais atenção foi o fato de envolver uma possível cura para a AIDS. O fato de se ter publicado o resultado na revista Nature também ajudou. Continuar lendo